Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Mil diabos andaram à solta em Vinhais!

Img 1369 1 720 2500
17 Fevereiro 2018

Foi no sábado passado, 17 de fevereiro de 2018, que as ruas de Vinhais foram invadidas pelos diabos que pintaram a vila de vermelho, num ritual único, ancestral e genuíno desta terra.

São já cinco anos, em que o dito Dia dos Diabos, celebrado desde que há memória, na quarta-feira de cinzas, se prolonga até sábado, com esta grande festa e uma forte adesão de miúdos e graúdos. Teve início com uma missa de Imposição de Cinzas, na Igreja do Seminário de Vinhais (18h00), seguida de uma procissão “…com Mil Diabos!” que acompanha uma Morte Gigante até à Pedra, local onde as raparigas são julgadas e purificadas.

Durante a procissão, mais de mil diabos capturam e enjaulam, num carro de bois, as raparigas mais atrevidas que, a partir de varandas e janelas, os desafiam, percurso que reserva ainda muitas surpresas através de recreações teatrais que pretendem explicar a todos o significado dos Diabos e da Morte de Vinhais.

A encerrar a procissão, as chamas consomem o manto que cobre a Morte Gigante, sendo assim, cumprido o objetivo deste ritual e reforçando a ideia de que “Quem pró rosto da morte olhar, por mais um ano a irá afastar!”. Assinala-se também o fim da escuridão, ou seja, a estação escura, dando as boas vindas à Estação Clara.

A festa continuou numa grande tenda com tasquinhas e animação musical, assegurada pelos Gaiteiros de Vinhais, até à hora do concerto dos Virandeira e posteriormente com o DJ OLO.

A organização foi da Câmara Municipal de Vinhais, com a colaboração do Agrupamento de Escolas, responsável pela construção da Morte Gigante e encenação da Companhia de Teatro Filandorra.