Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

MUNICÍPIO DE VINHAIS PROMOVEU SESSÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE O CONTEXTO ATUAL DA VESPA DAS GALHAS DO CASTANHEIRO

Sess o a vespa no concelho de vinhais  2  1 720 2500
12 Junho 2018

Foi durante a manhã de ontem, 11 de junho de 2018, que decorreu uma sessão de esclarecimento sobre a vespa das galhas do castanheiro no concelho de Vinhais. Esta, contou com a presença de Luís Fernandes, Presidente da Câmara Municipal de Vinhais, Abel Pereira, Presidente da ARBOREA - Associação Agro-Florestal e Ambiental da Terra Fria Transmontana, Albino Bento, Professor do IPB - Instituto Politécnico de Bragança e Luís Pereira, representante da PRORURIS, E.M.

Abel Pereira, fez uma retrospetiva daquilo que tem sido a presença da vespa das galhas do castanheiro no concelho de Vinhais, a partir do momento em que foi detetada, até ao momento, esclarecendo também, o porquê da escolha dos locais das primeiras largadas do parasitoide, que combate esta praga, assim como, o trabalho já realizado, ou as sessões de esclarecimento levadas a cabo em vários locais do concelho.
Luís Fernandes, referiu que o papel da Câmara Municipal de Vinhais é, como até aqui, o de dar todo o apoio necessário para combater a vespa, continuando o trabalho de parceria com as três instituições presentes (IPB, ARBOREA e PRORURIS), em que todo o apoio é fundamental, financeiro, científico e qualificado.
Sendo uma sessão destinada a toda a população, o autarca alertou para possíveis burlões que tentam vender parasitoides, que não são fidedignos, como já aconteceu em várias aldeias do concelho, frisando que as largadas dos parasitoides são realizadas exclusivamente por estas organizações. O autarca deixou ainda a garantia de que a Câmara Municipal está, e estará sempre disponível para ajudar, no que lhe for necessário para combater a vespa, tanto a nível local como na sensibilização junto do Governo.
Albino Bento deu uma visão mais técnica do combate à vespa das galhas do castanheiro defendendo que este trabalho tem que ser realizado em conjunto e obedecendo a regras. Referindo que as largadas são feitas num tempo próprio, em locais específicos e, por profissionais habilitados para o efeito.
Em Vinhais durante o mês de maio foram realizadas 52 largadas nas freguesias com maior número de focos das vespas.
Depois destas intervenções os agricultores puderam colocar às suas questões.

imagem